Maçãs assadas à moda de Damonih | Receitas Épicas

Publicado em 27 de Abril de 2017 | Por Antonio II | As Crônicas de Acheron, Colunas, Gastronomia, Receitas Épicas

Olá pessoal, tudo bom com vocês? Comeram muito peixe na páscoa cristã? Espero que tenham curtido o salmão redentor, porque mais uma receita épica chegou!

Hoje voltamos às receitas mais saudáveis do arsenal exótico de As Crônicas de Acheron. Estava revisando uns capítulos e me deparei com o momento em que o herói caído, Damonih, tem uma ceia austera com o mago monástico Zitri. E como um bom anfitrião, prepara algumas maçãs assadas bem do jeito que aprendeu com o povo livre do Makalabeth!

 

“…Esses campos estão repletos de perigos… homens degenerados andam por aqui desde que aqueles pântanos pútridos surgiram no Acherontis há pelo menos seis anos. ” – Indagou Damonih, ao mesmo tempo que preenchia o centro oco das maçãs com manteiga, mel e passas.” As Crônicas de Acheron ou Da chegada de Zitri ao Makalabeth e seu encontro com Sabretil e Damonih

Zitri escapou de uma enrascada no  interior das montanhas do Norte, e foi acolhido pelo errante Damonih e sua inrépida filha Sabretil. A primeira ceia dos três foi marcada por uma boa conversa regada a comida campestre simples e bebida, como todo mundo gosta no universo de Acheron. E as maçãs estavam lá, para representar a alegria nostálgica do homem e seu passado puro e glorioso antes da queda do Dragão azul! Para reproduzir a receita de Damonih, você precisará de:

Ingredientes

  • Manteiga sem sal;
  • Mel
  • Frutas secas
  • Cravo em pó;
  • canela;
  • Maçãs;
  • Cerveja preta

 

É Petra a cerveja preta

Retire o centro das maçãs com uma faca (cuidado para não se matar acidentalmente) até as sementes, e coloque a manteiga, o mel, o cravo, a canela, as frutas e a cerveja. Reserve em uma assadeira com um pouco de cerveja até cobrir todo o fundo.

Que bonito é…

Coloque no forno pré aquecido em fogo médio por 40 minutos. Retire e sirva quente!

O sorvete. O sorvete…

Curtiu? É uma delícia, não é? Faz a receita e marca a gente no instagram. E espero vocês daqui a quinze luas, na próxima Receita Épica!

Câmbio desligo, leprechais.


Sobre o Autor

perdeu as contas de quantos mantras realizou para zerar aos onze anos Faxanadu. Suas habilidades crescentes já na infância o levaram a fazer uso da Master Sword todas as vezes em que houve necessidade (desde a Criação até a Era o Caos e da Prosperidade). Atualmente anda às voltas com os reinos de Boletaria, Lordan e Drangleic porém nunca esquecendo que deve estar de pé às seis para levar luz àqueles que necessitam. Gosta de caqui, sustos, games, comida-que-mata, poesia, pringles, fantasia-fantástica, pôr-do-sol... e Pepsi! Não necessariamente nessa ordem.

Comentários