Autores amazonenses lançam livros de fantasia na Biblioteca Pública do AM nesta sexta

Publicado em 2 de novembro de 2016 | Por David Dornelles | Eventos, Literatura, Manaus

Depois de representar o Amazonas na Bienal Internacional do Livro de São Paulo deste ano, o selo Lendari, em parceria com a Biblioteca Pública do Amazonas, lança em Manaus na próxima sexta-feira (04/11) os três títulos que se destacaram entre os leitores paulistas: “A Rainha de Maio”, terceiro livro de meu amigo Jan Santos; “Quase o Fim”, romance de estreia da minha querida Leila Plácido; e “Minhas conversas com o Diabo”, de Mário Bentes.

A Rainha de Maio” é uma fábula construída com elementos do folclore brasileiro e influências de Neil Gaiman e Mário de Andrade, que Jan Santos descreve como uma obra experimental. Com a proposta de ser um livro único, a história sobre o temor que a tribo Suanam sente pela Maria Branca, a rainha dos demônios do mato, no entanto, pode muito bem vir a se tornar o primeiro de uma série.

Leila Plácido debuta no cenário literário com “Quase o Fim”, uma distopia que, ao contrário do que o mercado oferece, quebra o mito de que o mundo acaba apenas nos Estados Unidos: o apocalipse, arquitetado por um grupo elitista de pensadores, os ‘Messias’, é narrado do ponto de vista de uma manauara chamada Zoé que procura abrigo nas Grutas do Maruaga, em Presidente Figueiredo.

Os contos são a opção de Mário Bentes em “Minhas conversas com o Diabo”, o primeiro de uma série de sete livros que explora a intimidade de personagens comuns do dia-a-dia, cujos desejos, inalcançáveis de outra maneira, acabam atraindo demônios interessados em oferecer-lhes pactos. Segundo o autor, tais entidades funcionam mais como uma expressão da incapacidade humana de lidar com os próprios vazios.

Durante o evento, também estarão à venda exemplares de “Quando a Selva Sussurra”, primeira antologia publicada pelo selo Lendari que reinventa os mitos amazônicos, e “Evangeline – Relatos de um Mundo Sem Luz”, obra independente de Jan Santos que reúne histórias de um mundo no qual não há mais dia.

O evento ocorre na próxima sexta-feira, 04 de Novembro, na Biblioteca Pública do Amazonas, rua Barroso, Centro, a partir das 17h e você pode acompanhar notícias pelo evento agendado no Facebook.

Sobre o Autor

sabe onde está depositada sua esperança. Crê que no dia do horror, na noite homicida, com os corações cheios de força nossas almas se acendem. Quando tudo parecer perdido na guerra da luz olha para as estrelas, para o brilho da esperança que reluz.

Comentários