Jogo com participação de designer amazonense pode ser lançado no Steam

Publicado em 8 de abril de 2016 | Por Thiago Henrik | Games

Trap House é um jogo em pixel art 2D, para ser jogado com os amigos. Na história, você seus amigos entraram eu uma casa mal assombrada, onde uma presença maligna informa que apenas um de vocês vai sobreviver. Assim, o jogador precisa vencer seus amigos (2 a 8 jogadores) e as diversas ameaças da casa, como monstros, fogo, vidro quebrado, abelhas assassinas e muito mais. A mecânica é simples: você empurra seus amigos e interage com armadilhas para matá-los. Os jogadores podem criar suas próprias fases e ainda personalizar seus personagens com mais de mais de 30 milhões de combinações, entre roupas, chapéus, acessórios e muito mais.

Para fazer tudo isso, eles precisaram de mais que somente a equipe de 7 pessoas do time principal (na Indiana-EUA), por isso recrutaram ajuda externa, como conta Rodrigo Santelices, game designer da Hive Mind: “Nós temos pessoas trabalhando externamente, incluindo nosso artista no Brasil, um Engenheiro de Áudio na Florida e um Músico em Nova Jersey”.

O artista brasileiro é o manauara Matheus Muniz, conhecido por aqui como Matchola, que já havia participado como Designer de Fase no jogo “Wake Woody” e também em “The Battles Untold”, durante uma game jam chamada “The Public Domain Jam 2”.

“Eu entrei no projeto graças à recomendação de uma amiga chamada Laura Sardinha. Ela estudou com o pessoal do estúdio Hive Mind e eles precisavam de um artista para dar um empurrão no jogo em termos de conteúdo visual.” – explica – “Meu papel foi animar e desenhar muita coisa! O Nick (Bakerjian) e o Rodrigo (Santelices) desenharam muitos dos personagens e itens cosméticos do jogo, porém eles precisavam de alguém pra fazer boa parte das armadilhas, interface, animações e efeitos visuais.”

Captura de Tela 2016-04-08 às 13.21.47

O jogo foi desenvolvido em 4 meses e atualmente aguarda aprovação da comunidade no Steam Greenlight para ser lançado na plataforma, por isso precisa dos votos dos jogadores interessados, como explica Rodrigo: “O processo para receber o Steam Greenlight é naturalmente longo. Normalmente, recomenda-se que os desenvolvedores iniciem suas campanhas 6 meses antes do lançamento do jogo. Como nós só começamos nossa campanha dia 3 de março, ainda estamos na metade do caminho para alcançar nosso objetivo. Nós agradecemos a todos os jogadores que votam no Trap House, pois cada voto nos aproxima mais e mais! Talvez tenha demorado mais do que esperávamos, porém nossa data de lançamento tá bem próxima e estamos confiantes que vamos receber o ‘Greenlit’.

Para votar no Trap House, basta ter uma conta no Steam e apertar o botão “Sim” na página do jogo.


Taverna #07 Quadrado

O Taverna do Mapinguari (podcast do Mapingua Nerd) desta semana foi um episódio especial sobre desenvolvimento de jogos. Se você tem interesse na área, não pode perder: Taverna do Mapinguari 07 – Parte I – Como trabalhar com games – A Cena Indie


Sobre o Autor

veste Capa-e-Espada despojado, seus ̶h̶o̶b̶b̶i̶t̶s̶ hobbies favoritos são: filmes massa-velho, histórias de fantasia e séries sobre paradas estranhas. Já alcançou o 7º sentido, destruiu o Um Anel na Montanha da Perdição, chegou ao último andar da Torre Negra, retirou a espada da pedra e perdeu muitos pontos para a Grifinória. Gosta mais de cachorro que de gente, Não abre mão do segundo café da manhã e costuma esquecer que o mundo não está em seus livros e mapas. Instagram: @thiabolico

Comentários