Universitários da UFAM criam boardgame de Stranger Things

Publicado em 24 de novembro de 2017 | Por Ayrton de Oliveira | Boardgames e Cardgames, Manaus

Sem dúvida alguma, os alunos da UFAM divulgam muito bem a cultura pop na universidade. Já vimos alunos fazendo TCC sobre Harry Potter e The Walking Dead. Dessa vez, um grupo de estudantes de design da UFAM tiveram o desafio de criar um boardgame como trabalho de conclusão de período, e como a segunda temporada de Stranger Things tinha acabado de ser lançada, os estudantes resolveram aceitar o desafio criando um boardgame fantástico.

O boardgame foi criado pelos estudantes Alexandre Sanches, Aline Lopes, Clara Rezende e Fernanda Hideko. O jogo se preocupa em fazer referência à série e possui um visual dos anos 80.

O jogo tem início no laboratório de Hawkins e o objetivo principal é de fechar o portal entre o mundo real e o mundo invertido, igual na segunda temporada da série. Ao decorrer do jogo, surgem novos desafios com o intuito de deixar a experiência mais difícil, um dos desafios consiste em cair no mundo invertido e duelar contra demongorgons (ou seriam demo-dogs?) para conseguir voltar para o mundo real.

Os universitários contam ainda que iniciaram o jogo sem expectativas, pois era apenas um trabalho de faculdade, porém no meio de processo de criação as expectativas dos participantes acabaram criando um clima de entusiasmo e, por fim, todos decidiram continuar o trabalho desenvolvendo ainda mais a ideia principal. 

O boardgame ainda não foi finalizado, os estudantes ainda estão fazendo modelos e adaptações para melhorar a jogabilidade, visual e estão analisando os melhores materiais para terminarem o jogo.

Pra quem ficou animado para jogar, temos uma notícia que pode desanimar um pouco, os estudantes ainda estão procurando alguma maneira para disponibilizar o jogo para quem se interessou. Devido a questões de direitos autorais, esse processo pode demorar um pouco. Além disso, os estudantes possuem o interesse de produzir o boardgame em larga escala caso alguma empresa se interesse pelo jogo.

“Quando começamos a desenvolver o boardgame, foi feita uma pesquisa de interesse respondida por 1000 pessoas em menos de 24 horas, onde 90,8% disseram ter muito interesse num jogo de tabuleiro de Stranger Things (essa porcentagem de aprovação dá vontade né, Temer?)”, comentam os criadores.


Nota do autor: Achei a ideia do boardgame excelente e espero, de verdade, conseguir marcar uma partida com os criadores qualquer dia desses pela UFAM. Além disso, queria agradecer a Yasmin que me falou sobre esse boardgame e conseguiu pra mim os contatos para que essa matéria pudesse ser publicada.


Sobre o Autor

Apaixonado por filmes, costumo ser o Batman nas horas vagas e San Junipero até às 00:00. Sou fascinado por Doctor Who, queria ter uma caixa azul maior por dentro e o fogo anda comigo. Fora isso, já falei que amo filmes?

Comentários