Trilogias do Cinema – Parte 1.

Publicado em 8 de janeiro de 2016 | Por Ayrton de Oliveira | Cinema

Primeiramente esse post pode tirar você da zona de conforto. Fiz com o intuito de apresentar “novas” trilogias para quem não conhece. Eu amo de todo o coração trilogias como O Poderoso Chefão, De Volta Para o Futuro, Senhor dos Anéis e por aí vai, mas acima de tudo eu amo o cinema. E essa lista de 5 trilogias pode servir para que você conheça novos filmes ou os assista novamente.Antes de tudo, essa é a primeira parte de uma trilogia de posts sobre Trilogias do Cinema. Eu já fiz uma trilogia de publicações antes, mas era sobre adaptações cinematográficas de GAMES, QUADRINHOS e LIVROS. Então, se ainda não leu, corre lá depois pra dar uma olhada.

Agora, vamos ao que interessa.


TRILOGIA DAS CORES – 1993/1994

1Trilogia das Cores – Krzysztof Kieślowski

Composto por:

  1. Trois couleurs: Bleu.
  2. Trois couleurs: Blanc.
  3. Trois couleurs: Rouge.

Você já viu essas cores em algum lugar, uns meses atrás, se for lembrar. Seu facebook estava lotado com elas, não lembra? São as cores da bandeira francesa. O filme trata sobre lema da revolução daquele país “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”. Apesar que no original, os nomes dos filmes sejam apenas “Três Cores: Azul, Três Cores: Branco e Três Cores: Vermelho”, aqui no Brasil os filmes foram batizados como “A Liberdade é Azul, A Igualdade é Branca e A Fraternidade é Vermelha”.

Os nomes traduzidos até fazem sentido ao assistir aos filmes. Em certos momentos os protagonistas se cruzam e mesmo que não tenha interação entre eles, o filme é uma obra de arte que merece ser vista.


TRILOGIA DO SANGUE E SORVETE – 2004/2007/2013

3Trilogia do Sangue e Sorve (ou Trilogia Cornetto) – Edgar Wright.

Composto por:

  1. Shaun of the Dead.
  2. Hot Fuzz.
  3. The World’s End.

Os filmes também possuem cores (e sim, é uma referência à trilogia das cores) e suas cores são Vermelho, Azul e Verde. O importante a ser notado, assim como na Trilogia das Cores, é que cada filme possui em seu cenário inúmeras vezes as cores que os representam, chegam a ser lindos de se observar. Porém, no caso dessa trilogia, além das cores, é visto também um Cornetto que simboliza cada filme.

Os filmes são paródias dos filmes de Zumbis, Policiais e Alienígenas e são muito, mas muito mesmo engraçados. Edgar Wright é um dos meus diretores preferidos e um excelente roteirista, ele fez parte do roteiro também de Homem-Formiga.

Um fato curioso, no filme Scott Pilgrim vs The World o cabelo possui três cores ao seu decorrer, essas três cores fazem referência a essa trilogia de Edgar Wright.

Os nomes traduzidos dos filmes ocupam o selo brasileiro de qualidade, e são: Todo Mundo Quase Morto, Chumbo Grosso e Heróis de Ressaca.


Trilogia da Depressão – 2009/2011/2013

4Trilogia da Depressão – Lars von Trier.

Composto por:

  1. Antichrist.
  2. Melancholia.
  3. Nymphomaniac.

O nome dessa trilogia vem depois de Lars von Trier se curar de um período de depressão, o primeiro filme o ajudou se curar. Quase sempre polêmico, essa trilogia não é indicada para todos, o primeiro filme possui cenas violentas e perturbadoras, além de uma de mutilação que foi a mais comentada desde sua estreia. O segundo filme, pode-se dizer que é o mais calmo de todos, possui uma fotografia lindíssima e é um enredo bem lento e calmo, apesar de se tratar do mundo acabando. O terceiro filme é, talvez, o mais conhecido de todos, e podemos ver várias interpretações e ironias do filme após assistir ao mesmo.

Ninfomaníaca foi divido em duas partes, apesar de ser apenas um único grande filme. A versão do diretor possui nada menos que 5 horas e 30 minutos de duração.


Trilogia dos Apartamentos – 1965/1968/1976

5Trilogia dos Apartamentos – Roman Polanski

Composto por:

  1. Repulsion
  2. Rosemary’s Baby
  3. The Tenant

Essa trilogia consegue mostrar como o terror pode ser bem trabalhado. Eles trazem em comum a ideia de que você não pode fugir do terror enquanto ele se encontra apenas em sua mente. Terror psicológico é o meu tipo preferido de terror e Polanski mostra isso muito bem. O diretor teve uma vida bem difícil e seus filmes mostram como isso o afetou em suas obras. 

São filmes um pouco desconfortáveis de assistir, porém são fabulosas obras de arte.


Trilogia Before – 1995/2004/2013

2Trilogia Before – Richard Linklater

Composto por:

  1. Before Sunrise.
  2. Before Sunset.
  3. Before Midnight.

Talvez você já tenha ouvido falar de Richard Linklater quando o assunto foi Boyhood, filme que foi queridinho de muitos no ano passado em busca pela Oscar e que foi produzido durante 12 anos. Ele mostra como o Linklater consegue sugerir o passar do tempo tão bem. A “trilogia before” consegue demonstrar isso também, os filmes possuem uma pause de 9 anos. No primeiro filme, o enredo conta a história de um casal que só tinha uma noite para poder passar juntos. A partir daí você pode assistir aos filmes e ficar maravilhado com tudo que eles trazem de bom. São bem curtos, eu mesmo assisti em um único dia sem problema algum.

Sobre o Autor

"Ele é um deus, ele é um homem, ele é um fantasma, ele é um guru." Apaixonado por filmes, costumo ser o Batman nas horas vagas e San Junipero até às 00:00. Sou fascinado por Doctor Who, e queria ter uma caixa azul maior por dentro. Fora isso, já falei que amo filmes?

Comentários

  • tenho medo de assistir Anticristo até hoje. aliás, tenho medo do Von Trier pra sempre hahaha (mas amei Melancholia). mais assustador que ele só o Gaspar Noé.