“The Midnight Witch” é tema de exposição coletiva no Museu Paço de Manaus

Publicado em 11 de outubro de 2017 | Por Jan Santos | Artes, Entretenimento, Eventos, Manaus, Quadrinhos

Personagem criada pelo estúdio House 137, a Bruxa da Meia-Noite desfruta de sua segunda exposição de Halloween em Manaus, e dessa vez, conta com o trabalho colaborativo não só dos artistas que participaram de sua concepção, mas de também com fanarts criadas pelos talentosos membros do Manaus Artist Gang.

A exposição, batizada de “Noites sem Fim” devido à publicação de mesmo nome que a personagem ganhará no fim do ano graças a uma parceria com a editora Lendari, teve início no dia 8 de outubro, e que pelo segundo ano consecutivo se instala no Paço Municipal para comemorar não apenas a passagem do Dia das Bruxas, mas também a produção artística de ilustradores locais.

A exibição conta com o trabalho original de mais de 40 artistas, além de esboços da publicação vindoura prevista para ser lançada na 4ª edição da Comic Con Experience, realizada em São Paulo no fim do ano.

Segundo Paulo Yonami, autor por trás das aventuras da feiticeira com a habilidade de se deslocar através do tempo e do espaço, a parceria com a equipe do MAG, que inclui mais de uma centena de artistas locais, entre eles Alef Vernon, Malu Menezes, a dupla Duas Linhas e o próprio Yonami, aconteceu de forma natural. “Os artistas manauaras costumam ser reservados, então o MAG trouxe a articulação entre eles com uma hashtag (#ManausArtistGang). Precisávamos de aliados, de parceiros, pois não podemos construir sozinhos um mercado com o tipo de cultura que produzimos. A Luciana Rebello e a Andressa Barroso (organizadoras do movimento) têm o mesmo pensamento, então posso dizer que essa é uma parceria sólida. Vamos continuar colaborando com o MAG”.

 

Yonami acompanhado dos colaboradores do MAG Andressa Barroso, Well, Alef Vernon e e Malu Menezes

O percurso de Madika Leona, a Midnight Witch, tem sido longo: sua primeira aparição nos quadrinhos se deu em 2000 na história “Filhos do Sol”, na qual atuava como vilã. Desde então, participou de histórias publicadas em fanzines até integrar a antologia Zombie[SIDE], quadrinho publicado em 2016 também na CCXP, e foi tema no mesmo ano da exposição Areias do Tempo. A personagem conta com uma página oficial no Facebook, na qual podemos nos manter atualizados sobre os novos capítulos de sua trajetória.

Após 17 anos trabalhando com a personagem, Yonami é sincero ao expressar sua satisfação com a evolução: “É uma surpresa ver a repercussão da Madika, uma vez que é empolgante vê-la ganhando popularidade internacional. Trabalhei com muitos personagens icônicos, mas ela é meu projeto especial, uma criação experimental, e por isso posso dizer que me esforço o dobro para dar certo. Ela tem o carisma certo para que as pessoas se identifiquem, homens e mulheres, profissionais da música, da moda e da tatuagem, todo tipo de gente, pois ela é tridimensional. Ela é forte, mas também marcada por dramas de origem familiar, e é visualmente imponente, uma vez que foi inspirada nas famosas Ladies do Metal, em especial Cristina Scabbia, da banda italiana Lacuna Coil. Estava mais do que na hora de investir em suas histórias”.

“Noites sem Fim” ficará em exposição no Museu Paço Municipal de Manaus, na Av. Sete de Setembro, até o dia 8 de novembro, das 08h às 17h, com entrada gratuita. Mais informações na página oficial do evento.

Torçamos para que não seja censurada.


Sobre o Autor

é graduado em Letras – Língua e Literatura Portuguesa - pela Universidade Federal do Amazonas e atua como professor e revisor. É autor dos livros Evangeline – Relatos de um Mundo sem Luz (2013) e A Rainha de Maio (2016), e colaborador da antologia Quando a Selva Sussurra (2015).

Comentários