Seção Irmãos no Cinema: Irmãos Lumière

Publicado em 7 de abril de 2016 | Por Ayrton de Oliveira | Cinema

Sejam bem-vindos a esta nova seção do Mapingua Nerd chamada “Irmãos no Cinema”. Decidi fazer estas publicações para apresentar e relembrar algumas das colaborações que diversos irmãos trouxeram para o cinema. Estive em dúvida sobre quais irmãos poderiam iniciar essa jornada de publicações, logo vi que o mais lógico seria começar contando um pouco dos Irmãos Lumière.

Você conhece os Irmãos Lumière? Pode ser que não de nome, mas você conhece essa pequena contribuição que eles deixaram ao mundo, uma contribuição chamada “Cinema”.

O Cinematógrafo foi uma máquina, aperfeiçoada a partir do Cinetoscópio, que permitia tirar várias fotos dando uma ilusão de movimento, e também servia como projetor. Esta máquina em questão foi criada por Léon Bouly, quem perdeu a patente, e então os irmãos Lumière se fizeram donos.

Os irmãos foram responsáveis pelas primeiras exibições de cinema. Em 22 de Março de 1895 foi exibido o primeiro filme da história, “La Sortie de l’usine Lumière à Lyon / A Saída da Fábrica Lumière em Lyon”. A exibição ocorreu para os integrantes da Société d’Encouragement pour L’Industrie Nationale.

Em 28 de dezembro de 1895, ganhamos a primeira exibição de cinema para um público pagante, no qual foi exibido o filme L’Arrivée d’un train à La Ciotat / A chegada do trem na estação”. A exibição foi marcada por um fato curioso: para o público as imagens eram incrivelmente nítidas, logo, quando o trem estava se aproximando, muitos imaginaram que o mesmo iria sair da tela e passar para a realidade, assim esmagando todos ali dentro. O resultado não poderia ser outro – muitos saíram correndo da sala e entraram em pânico imaginando que isso realmente viria acontecer.

Os Irmãos Lumière não chegaram a explorar todas as possibilidades que seu aparelho permitia, mesmo assim o cinema ganhou um impulso e cresceu de uma forma sem igual.  A arte foi se espalhando pelo mundo a fora e em 20 anos já era uma sensação mundial, já ganhando seus primeiros grandes épicos e clássicos. 

Os primeiros gêneros cinematográficos foram crescendo. O documentário é um gênero que existiu desde o começo, já que a maioria dos filmes dos irmãos mostravam o cotidiano em sua volta. A comédia não tardou, ganhando seu crescimento rápido, já que era simples de ser espalhado, onde apenas se trocava os letreiros para que pudessem ser exibidas em diversas partes do mundo.

Nas primeiras exibições realizadas pelos Irmãos Lumière, estava Georges Méliès, um ex-ilusionista que teve uma simples ideia, resolveu juntar o que sabia sobre o ilusionismo e algumas técnicas de filmagem. Surgiram então os primeiros filmes de ficção científica e fantasia da história. Mas isso é assunto para um próximo encontro.

A magia do cinema só cresceu desde então, nos dias de hoje, completando 121 anos de existência, o que não falta é um acervo gigantesco de clássicos para serem assistidos. Filmes sobre guerra, amor, terror, suspense, faroeste, e uma infinidade de títulos que merecem a atenção. Os irmãos foram um dos principais marcos para a história do cinema. Em suas primeiras exibições encantando o público, não acreditavam que o cinema romperia barreiras chegando a se tornar algo tão grande assim, e hoje, nos resta agradecer por estarem errados.

1-the-lumiere-brothers-louis-jean-everett


Sobre o Autor

"Ele é um deus, ele é um homem, ele é um fantasma, ele é um guru." Apaixonado por filmes, costumo ser o Batman nas horas vagas e San Junipero até às 00:00. Sou fascinado por Doctor Who, e queria ter uma caixa azul maior por dentro. Fora isso, já falei que amo filmes?

Comentários