Ribeirinhos e alunos da Região Metropolitana de Manaus terão acesso ao Circuito da Ciência

Publicado em 2 de março de 2016 | Por Juçara Menezes | Ciência, Notícias

Levar conhecimento aos alunos de ‘longe’ do grande centro de Manaus: um sonho possível. Pelo menos, esta é a intenção do projeto Circuito da Ciência este ano, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA).

A intenção é ampliar o projeto – muito difundido na capital – para as crianças, jovens e adultos do interior e assim difundir a nerdice Ciência na Região que abraça Manaus e a população ribeirinha.

Os números nos enchem de orgulho: em 17 anos, mais de 60 mil pessoas (entre younglings, padawans e cavaleiros Jedi) participaram do Circuito. Mas o negócio é crescer sempre mais para realizar uma ação inovadora no Projeto e expandi-lo a outros municípios.

Para isso, hoje (2), haverá uma reunião de trabalho com os colaboradores do INPA e das instituições parceiras para o planejamento das atividades de 2016.

“A ideia é mesmo realizar uma ação inovadora no Projeto. Por isso convidamos a comunidade do INPA, Pesquisadores, Tecnologistas, Técnicos, Instituições parceiras e voluntários para contribuírem na divulgação e socialização dos conhecimentos produzidos no âmbito do Instituto durante as edições do Projeto este ano”, ressaltou o coordenador do Circuito da Ciência, Jorge Lobato.

Na reunião, programada das 9h às 12h, no Auditório da Ciência / Bosque da Ciência (Rua Otávio Cabral – Petrópolis, esquina com André Araújo – Aleixo), será feito um balanço geral das edições anteriores do projeto, apresentado o plano de trabalho para 2016. Cada parceiro poderá expor propostas de atividades, que, se aprovadas, serão incluídas nas edições do Circuito da Ciência deste ano.

Na ocasião, também, serão apresentadas as 40 escolas contempladas em 2016 para participação no projeto, sendo 20 da rede pública de ensino municipal (SEMED) e 20 da rede pública de ensino estadual (SEDUC).

Teve uma vez que a Uninorte levou para o Circuito da Ciência o projeto “Os Alquímicos” (foto aí de cima), desenvolvido por estudantes de Química: o objetivo foi treinar os futuros professores da disciplina em aulas mais didáticas para alunos do ensino médio e superior. Os universitários realizaram experimentos com materiais do cotidiano das pessoas, como farinha de trigo, vinagre e água oxigenada.

Criado em 1999, como parte das atividades do Bosque da Ciência do INPA, o Circuito da Ciência tem como principais objetivos promover o conhecimento, a sensibilização ambiental e a divulgação da informação científica, por meio de apresentações de oficinas educativas, exposições científicas em estandes e de contato com a fauna e a flora, proporcionando aprendizado e entretenimento baseados no ambiente amazônico. Traduzindo: nerdice pura.

Sobre o Autor

da Casa Menezes, a primeira de seu nome, Protetora do Norte e dos Nerds Oprimidos. Jornalista, mãe, esposa. Desde criança tem uma paixão nada secreta pelo Cebolinha. É vice-presidente do Conselho Jedi Amazonas. Líder Suprema (presidente) do fã-clube Lado Rio Negro. Com um amor incondicional de Darth Vader, sempre carrega um par de meias sujas na mochila para libertar elfos domésticos.

Comentários