Professor cria biblioteca comunitária em Manaus

Publicado em 8 de setembro de 2016 | Por Bruno Graça | Literatura, Lugares, Manaus

Uma Biblioteca Comunitária no Conjunto Senador João Bosco, em frente a várias arvores. Uma ideia simples porém trabalhosa, desenvolvida pelo pedagogo Jorge Klein. E que depois de quatro anos finalmente está perto de abrir as portas. Tudo em prol da leitura.

Um pouco de história

De acordo com o professor Jorge, um problema muito sério no Brasil é a desigualdade social, que, segundo ele, se acaba ou diminui com a educação e fazendo leitores, então não foi estranho quando há quatro anos ele surgiu com a ideia da Biblioteca Comunitária. “Eu tentei fazer uma pequena estante de livros gratuitos na igreja aqui no Conjunto João Bosco onde moro, mas não consegui”, explicou.

Apenas no ano passado o primeiro passo para a biblioteca se firmar foi concretizado, quando o projeto do professor foi aprovado em um pedido de doação. “Tivemos o aval da Aliança Navegação e tempo depois foi doado um container reformado e adaptado pelo Grupo Chibatão”, relatou o professor. “Nesse período ainda tivemos que falar com moradores para fazer abaixo-assinado, com a Prefeitura, a Secretaria de Meio Ambiente, o Implurb (Instituto Municipal de Planejamento Urbano) e outros órgãos. Foi tudo muito trabalhoso”, concluiu.

A biblioteca

O container foi colocado em uma área arborizada e recebeu grafite com temas regionais de artistas do ACEAM (Associação de Cultura do Estado Amazonas). “Essa é uma associação de artistas, presidido pela escultora Rosa dos Anjos e está assinado por todos eles, mas falta terminar ainda”, revelou o professor.

jorge1

A Biblioteca Comunitária vai funcionar aos sábados, de 9h às 17h, com pausa para almoço funcionando para empréstimo. “Nosso trabalho aqui é uma biblioteca de incentivo à leitura, então nós vamos trabalhar para empréstimos de livros”, explicou o professor.

O professor explicou que pretende aproveitar também bastante da parte arborizada para o projeto. “Na frente tem bastante sombra e é ventilado, então iremos colocar tapetes de lona de vinil no chão folheado e macio, onde os pais podem trazer os filhos e lerem juntos. Também é possível colocar redes nas árvores”, disse.

O futuro do projeto

Futuramente o projeto terá ainda oficinas de artes, desenho, música e convidados. “Faremos também palestras, tantos para os estudantes quantos os pais, ensinando a importância de incentivar a leitura desde pequeno.  Para um melhor aprendizado escolar é preciso incentivar a leitura. Isso é um processo. É como caminhar, você não nasce correndo”, descreveu.

Sem data certa para abrir, o criador do projeto afirma que a Biblioteca Comunitária abrirá as portas em até dois meses. A Biblioteca está atualmente situada na frente do bloco 22, Conjunto João Bosco.

jorge4

Você pode ajudar

Atualmente a biblioteca ainda depende de doações, como cadeiras, estantes para livros, computador ou impressora para fazer a ficha catalográfica do leitor. “Nós estamos bem munidos de livros, mas sempre aceitamos. Não os didáticos e nem técnicos”, contou. “Doações financeiras também são bem-vindas para outras coisas como spray de tinta, que acabou, ou material de limpeza”, concluiu.

Você pode falar com professor pelo Facebook ou pelo telefone (92) 98114-4100

Os moradores aprovam

Quando este repórter estava entrevistando o professor Jorge Klein, não foram pouco os moradores que perguntavam quando a Biblioteca ia abrir. O casal Olavo Mota e Valeria Melo foram alguns deles. Olavo, que é corretor de seguros, virou voluntário do projeto. “Acho que cultura é algo de valor para comunidade”, contou.

A esposa dele, a consultora de benefício Valeria Melo, compartilha da mesma ideia e complementa. “O projeto vai dar uma boa oportunidade para as crianças lerem, já que algumas nem tem um livro para ler ou um local para ir no final de semana”, afirmou.

Sobre o Autor

é um jornalista, assessor e pau pra toda obra. Adora séries de investigações criminais e o canal Investigação Discovery. Curte: mangás, jogos em geral, Doctor Who, RPG, dinheiro, contar mentiras absurdas (?) e testar a paciência das pessoas. Revés: bipolar.

Comentários

  • ótima iniciativa sem contar esse container lindoooo todo trabalhado no grafite, queria ver as fotos internas….