Microsoft vai avaliar mais investimentos no Amazonas

Publicado em 5 de março de 2016 | Por Juçara Menezes | Notícias, Tecnologia

Sim! A possibilidade, mesmo que remota,  existe! Já pensou termos nossas nerdices mais baratas e acessíveis? Oremos pelos deuses novos e antigos para que os políticos convençam a Microsoft de voltar às terras tupiniquins.

No ano passado, a gigante vendeu sua fábrica em Manaus para a Flextronics, demitindo mais de mil pessoas. Porém, na semana passada, houve uma reunião em Brasília entre a Microsoft e a presidente da Câmara Legislativa. É claro que rolou um ‘vamos voltar?’.

A vice-presidente mundial dos Centros de Transparência da Microsoft, Cristin Goodwin, e a presidente da Câmara Legislativa, Celina Leão, conversaram sobre os investimentos da Microsoft no Brasil, principalmente na área de educação.

O encontro gerou um outro, em São Paulo, que vai acontecer no próximo mês. Até a Assembleia Legislativa do Amazonas  (Aleam) foi convidada, junto com outros representantes do Estado, para tratar também da possibilidade da Microsoft estender seus investimentos por essas bandas.

Os investimentos envolvem projetos que promovem o acesso à tecnologia para famílias de baixa renda, a instalação de salas de informática em escolas e o financiamento de projetos tecnológicos. Para Josué Neto, quando executados, esses projetos poderão incentivar as crianças a atuar na área tecnológica e no empreendedorismo, em um futuro próximo.

A instalação de um dos Centros de Transparência da Microsoft, em Brasília, no próximo dia 27 de abril, também foi uma das pautas da reunião na Câmara Legislativa.

Em todo o mundo, existem apenas dois Centros de Transparência da Microsoft, bases que visam dar segurança aos dados e informações que circulam na internet. O primeiro fica na sede da Microsoft, em Redmond, Washington, e atende aos Estados Unidos; o segundo, em Bruxelas, na Bélgica, atende à Europa. O terceiro centro será o de Brasília e responderá às demandas da América Latina e da África.


Sobre o Autor

da Casa Menezes, a primeira de seu nome, Protetora do Norte e dos Nerds Oprimidos. Jornalista, mãe, esposa. Desde criança tem uma paixão nada secreta pelo Cebolinha. É vice-presidente do Conselho Jedi Amazonas. Líder Suprema (presidente) do fã-clube Lado Rio Negro. Com um amor incondicional de Darth Vader, sempre carrega um par de meias sujas na mochila para libertar elfos domésticos.

Comentários