Estúdio amazonense lança jogo casual para Smartphone

Publicado em 22 de junho de 2016 | Por Thiago Henrik | Games, Manaus, Notícias, Tecnologia

O jogo Leap of Cat tem como protagonista um gatíneo pretíneo que deve escalar prédios saltando de uma sacada a outra. Spoiler: como o jogo é infinito, ele nunca chega ao topo do prédio. Talvez uma metáfora para as metas imaginárias que estabelecemos como pré-requisitos para a plena felicidade em nossas vidas e que nunca alcançamos, pois estão sempre se transformando em algo diferente. Ou não.

O que realmente me chamou a atenção pra fazer o download do jogo, além do fato de ser desenvolvido em Manaus (já que sempre dou uma força), foi a arte do ilustrador Gregory Oliveira. Além de criar o personagem, as animações e os cenários, Gregory também trabalhou no projeto como programador, implementando as mecânicas e funcionalidades.

  FnfwroyuEBF5Ew1GhDuBEEcAqgNNqZaLZT5FHBV8t6oY-dfFh4POMv6IDK68YLMNEPY=h900VkzBG2qMvUUDADso1RCl3Bv5Yh6-nQ0LjVghnQ9h9yPE61H-Xk6TnXb2DQJL9hO3PeM=h900

O jogo, desenvolvido pela Fundação Paulo Feitosa (FPF Tech) em dois meses de trabalho, é simples: com um toque na tela o gatinho pula. Quanto mais tempo mantendo a pressão do toque, mais alto o salto. Você precisa calcular isso bem para evitar cair (pouca força) ou bater na sacada de cima ou na parede (muita força), pois quando isso acontece você volta ao início.

“Criamos um jogo com aprendizado rápido e experiência desafiadora. Ele é uma ótima opção de diversão para quem tem algumas horinhas vagas, seja na fila de um banco, ou, em casa, enquanto espera seu programa de TV começar” — comentou Gregory.

É possível escolher entre dois níveis de dificuldade (fácil e difícil). No modo fácil, é mostrada uma previsão de trajetória do salto, estilo Angry Birds. No modo difícil não há previsão de trajetória e a tela vai subindo automaticamente, o que te dá menos tempo pra agir. Legal é que nesse modo o ambiente é noturno e o gatinho está vendado.

Captura de Tela 2016-06-20 às 13.40.00

O Leap of Cat também permite acompanhar as melhores pontuações já conquistadas no dia em um ranking, e seu resultado pode ser compartilhado nas redes sociais. Por enquanto o jogo está disponível apenas para Android, no Google Play, mas deve estar disponível para iOS a partir do mês que vem. Segundo o Gerente de Projetos, Gláucio Messias, o jogo deve incluir novidades nas próximas versões. “O Leap of Cat vai ser atualizado com novos elementos nos próximos meses e já estamos trabalhando em outros games casuais”.

Minhas impressões sobre o jogo foram as seguintes: além da arte muito bonitinha, achei a animação fluida e a mecânica bacana, fácil mas desafiadora, na medida pra entreter na sala de espera de algum lugar ou em uma viagem curta de ônibus. Mais do que isso enjoa, por ser bastante repetitivo, mesmo pra um jogo casual. Achei que o contador no centro da tela tira a atenção e me atrapalhou um pouquinho. E a barra de anúncios na parte inferior da tela incomodou bastante (existe a opção de remover os anúncios pagando R$ 5,99). Não sou desenvolvedor, mas acho que há maneiras melhores/menos chatas de monetizar um jogo com publicidade. Ainda assim, o jogo é divertido e vale o download, nem que seja só pela simpatia do gatíneo manaura.

Sobre o Autor

veste Capa-e-Espada despojado, seus ̶h̶o̶b̶b̶i̶t̶s̶ hobbies favoritos são: filmes massa-velho, histórias de fantasia e séries sobre paradas estranhas. Já alcançou o 7º sentido, destruiu o Um Anel na Montanha da Perdição, chegou ao último andar da Torre Negra, retirou a espada da pedra e perdeu muitos pontos para a Grifinória. Gosta mais de cachorro que de gente, Não abre mão do segundo café da manhã e costuma esquecer que o mundo não está em seus livros e mapas. Instagram: @thiabolico

Comentários