Escola de Manaus utiliza games para ajudar em aulas de educação especial

Publicado em 28 de junho de 2016 | Por Ayrton de Oliveira | Games, Manaus

Quando criança, quem nunca ouviu da avó que os games, além de estragarem a televisão, iriam prejudicar nossa visão também? Agora isso é coisa do passado. A Escola Municipal de Educação Especial André Vidal de Araújo utiliza games como ferramenta de auxílio pedagógico.

A cada dia, os quase 500 alunos do instituto de ensino participam de atividades motoras por meio do jogo Just Dance. Os estudantes, que possuem diversos tipos de deficiência (motora, visual, intelectual, auditiva e autismo), são levados para o laboratório de informática onde o game é projetado em um telão, junto a uma potente caixa de som. Com a luz desligada, a diversão começa. Acompanhando os movimentos dos personagens do jogo, os alunos que participam são estimulados no movimento motor, equilíbrio e concentração.

Segundo o diretor Helivan Dantas, o projeto de utilização dos games surgiu da ideia de utilizar o Telecentro de uma forma adaptada para os alunos com deficiência. Nisso, puderam observar que eles interagem e ficam mais estimulados em atividades como essa, onde se trabalha toda a parte de socialização e integração.

Além do Just Dance, as aulas também utilizam jogos de computadores que desenvolvem a concentração, raciocínio lógico e conhecimento das vogais e matemática. O principal jogo utilizado é o Tangram, que utiliza formas geométricas para montar figuras.


Essa é uma ótima iniciativa e esperamos ver mais casos desse tipo, onde os games possam ajudar no desenvolvimento dos jovens. Parabéns aos envolvidos!

Applause-gif-tumblr-43_zps4e464b19


Sobre o Autor

"Ele é um deus, ele é um homem, ele é um fantasma, ele é um guru." Apaixonado por filmes, costumo ser o Batman nas horas vagas e San Junipero até às 00:00. Sou fascinado por Doctor Who, e queria ter uma caixa azul maior por dentro. Fora isso, já falei que amo filmes?

Comentários