Cultura cubana é comemorada em mostra de filmes

Publicado em 19 de outubro de 2016 | Por Bruno Graça | Cinema, Eventos, Manaus

*com informações de assessoria*

Muito além de Che Guevara, Fidel Castro ou charutos, a cultura cubana é bem mais rica e diversificada, e neste dia 20 é comemorado o seu Dia da Cultura. Para celebrar a data e visando ampliar o conhecimento sobre essa cultura, em Manaus está sendo exibido, até o dia 21 de outubro, filmes relacionados com o processo de luta da criação da nação cubana. Esta é a Mostra de Cinema Cubano.

A Mostra é uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Cultura junto ao Consulado Geral da República de Cuba em Manaus. “Como todo o tipo de manifestação artística, os filmes são veículos de conhecimento e informação, e esta parceria é um momento para celebrarmos um País que tem muito a nos ensinar por meio de sua história política, personagens e tradições: Cuba!”, afirmou Robério Braga, secretário de Estado de Cultura.

O evento está sendo realizado no Teatro Gebes Medeiros, às 18h30, com entrada gratuita em todos os dias. Para mais informações, sobre esse ou outros projetos, acesse o Facebook da Secretaria de Estado de Cultura ou o site Portal da Cultura.

Dia da Cultura Cubana

A celebração do Dia da Cultura Cubana é realizada anualmente no dia 20 de outubro desde 1980, em homenagem ao 20 de outubro de 1868, data em que as tropas de libertação popular cubanas, sob a direção de Carlos Manuel de Céspedes, libertaram a cidade de Bayamo. No mesmo dia, o povo cubano cantou pela primeira vez o Hino Nacional, chamado “La Bayamesa”, expressando o espírito da independência.

Filmes

O evento inicia nesta quarta-feira, 19 de outubro, e ao todo foram selecionados três filmes de diferentes gêneros gravados em Cuba. Os filmes selecionados estão sendo exibido em dias diferentes, sempre em espanhol com legendas em português:

Quarta-feira (19/10)

Kangamba (2008)
Gênero: Ação / Guerra
Classificação: 13 anos
Duração: 100 minutos

Sinopse: República Popular de Angola. Agosto de 1983. Milhares de efetivos da UNITA, treinados e armados pelo racista exército sul-africano, lançam uma violenta ofensiva contra forças do FAPLA leais ao governo angolano e contra um grupo de assessores cubanos, combatentes das FAR, estacionados em Cangamba, pequeno povoado situado ao sul do país. Durante mais de uma semana, se desenvolve uma desigual batalha, que também golpeia à inocente população civil. Este filme pretende refletir e recriar esta dramática situação, na qual os combatentes Faplas e das FAR tratam de resistir e prevalecer, mas pagando um alto preço: a vitória, às vezes, pode ter um amargo sabor.

Quinta-feira (20/10)

Roble de olor (Cheiro de Carvalho) (2004)
Gênero: Romance / Drama
Classificação: Livre
Duração: 135 minutos

Sinopse: Primeira metade do século XIX. Uma história de amor infinito entre uma mulher negra de Santo Domingo (Haiti) e um alemão comerciante recém-chegado a Cuba. Em um lugar cercado pela intolerância e pela incompreensão, Ursula Lambert e Cornelio Souchay são mais do que duas culturas que se encontram, duas identidades, dois modos de pensar a vida. O amor é uma condenada utopia que luta pela consumação de um destino. A história de uma obsessão e de uma esperança: viver em um mundo melhor.

Sexta-feira (21/10)

El Benny (2006)
Gênero: Biografia / Drama
Classificação: 18 anos
Duração: 132 minutos

Sinopse: recém-chegado do México, Benny Moré estabelece sua carreira no final dos anos 40 em Cuba. Em pouco tempo se transforma no delírio das multidões. Depois de um desgastado contrato, no qual realizava campanhas eleitorais e de ter visto seu sonho de construir uma “jazz band” traído, Benny se afunda no excesso de álcool, festas e sexo. A vida sempre conturbada desse artista com a família, seu passado, suas vinganças, seu sucesso e frustrações, termina por levá-lo a desenvolver uma severa crise hepática que lhe colocou à beira do abismo.

Serviço

Mostra de Cinema Cubano
Data: 19 a 21 de outubro de 2016
Local: Teatro Gebes Medeiros (Avenida Eduardo Ribeiro, nº 937 – Centro)
Entrada: gratuita
Horário de início: 18h30
Público-alvo: aberto ao público
Informações: Facebook da Secretaria de Estado de Cultura ou Portal da Cultura

Sobre o Autor

é um jornalista, assessor e pau pra toda obra. Adora séries de investigações criminais e o canal Investigação Discovery. Curte: mangás, jogos em geral, Doctor Who, RPG, dinheiro, contar mentiras absurdas (?) e testar a paciência das pessoas. Revés: bipolar.

Comentários