Corre que dá tempo: Espetáculo Cervantes – 400 anos de morte acontece hoje

Publicado em 1 de março de 2016 | Por Juçara Menezes | Eventos, Literatura, Manaus, Música, Notícias

Antes de pensar em brigar conosco, já vá se programando para mais tarde.

Hoje (1) acontece o espetáculo musical “Cervantes, 400 anos de morte”, com a execução da Orquestra de Câmara do Amazonas, no Teatro Amazonas, e entrada gratuita.

Aos nerds amantes de livros e literatura, nunca é demais relembrar Dom Quixote, seu cavalo Rocinante e o fiel escudeiro Sancho Pança do livro Dom Quixote de La Mancha, com seus 126 capítulos, divididos em duas partes: a primeira surgida em 1605 e a outra em 1615.

Tudo bem, você não sabe do que a gente está falando? Então vai aí um resumo:

O protagonista da obra é Dom Quixote, um pequeno fidalgo castelhano que perdeu a razão por muita leitura de romances de cavalaria e pretende imitar seus heróis preferidos. O livro narra suas aventuras na companhia de Sancho Pança, que tem uma visão mais chata realista do mundo.  

Quem já leu, é provável que tenha imaginado uma trilha sonora para a obra. Mas hoje, a Orquestra de Câmara do Amazonas vai prestar sua homenagem às celebrações de 400 anos de morte de Miguel de Cervantes, poeta, romancista e dramaturgo que influenciou a arte, principalmente a literatura, durante os séculos.

O repertório da noite é composto de obras do período barroco tardio, passando por Bach e Rameau até a icônica “Burlesca de Quixote”, de Telemann. A regência fica sob responsabilidade de Marcelo de Jesus.

Resumindo
Espetáculo Cervantes, 400 anos de morte

Quando: Hoje (1), às 20h
Onde: 
Teatro Amazonas, com entrada gratuita.

Sobre o Autor

da Casa Menezes, a primeira de seu nome, Protetora do Norte e dos Nerds Oprimidos. Jornalista, mãe, esposa. Desde criança tem uma paixão nada secreta pelo Cebolinha. É vice-presidente do Conselho Jedi Amazonas. Líder Suprema (presidente) do fã-clube Lado Rio Negro. Com um amor incondicional de Darth Vader, sempre carrega um par de meias sujas na mochila para libertar elfos domésticos.

Comentários