Alunos da UFAM criam blog sobre variedades

Publicado em 3 de agosto de 2016 | Por Ayrton de Oliveira | Entrevistas, Manaus

Como parte de um projeto didático, os alunos de Comunicação Social da UFAM estão desenvolvendo um blog colaborativo em que abordam livros, filmes, tecnologia e vários outros assuntos. O blog faz parte do projeto PET.

Criado em 1979, o Programa de Educação Tutorial é um projeto de investimentos acadêmicos que conta com a orientação de um professor tutor e tende a estimular o aprendizado dos alunos que participam do projeto e formar profissionais éticos. O Programa de Educação Tutorial de Comunicação Social (PETCOM) é o primeiro PET criado na UFAM, em 1988, pelo Professor Doutor Walmir Albuquerque. Atualmente, a responsável e tutora do projeto é a Profa. Dra. Ítala Clay de Oliveira Freitas, e foi ela que cedeu uma entrevista para o Mapingua Nerd contando um pouco mais sobre o projeto. 


MN – Qual a maior vantagem e dificuldade do projeto?

Prof. Dra Ítala –  O blog PETCOM faz parte de uma das atividades referentes ao planejamento anual do Programa de Educação Tutorial de Comunicação da UFAM. Ele associa-se a um projeto maior que tem por objetivo desenvolver processos e produtos em ambientes virtuais. Destaco como relevante o fato de que ele se configura como uma plataforma de aprendizagem, possibilitando o uso de múltiplos recursos e uma postura de trabalho em equipe bem em consonância com a vida contemporânea. Talvez a maior dificuldade seja coordenar o tempo e as agendas, no entanto os discentes tem mostrado essa capacidade.

MN – Quantos alunos trabalham no projeto atualmente? 

Prof. Dra Ítala –  Atualmente são onze alunos, sendo dez bolsistas e um não-bolsista.

MN – Como é poder trabalhar com um projeto desses em Manaus?

Prof. Dra Ítala –  É um desafio. No meu doutorado estudei acerca das tramas da cultura enredadas no jornalismo cultural, sob o ponto de vista da dança, e realizar hoje um trabalho de jornalismo cultural como protagonista temático do blog parece consolidar um compromisso social com a cidade de Manaus. É ao mesmo tempo gratificante, porque o projeto nos permite acompanhar o crescimento de cada aluno, em termos de aquisição de repertório e desenvolvimento de texto.

MN – Os alunos são permitidos a postarem sobre diversas coisas, como filmes, livros e séries?

Prof. Dra. Ítala – Sim, a diversidade (temas, formatos, etc) é um critério que pauta o conteúdo. Lembrando que estamos em uma universidade e temos um compromisso com a qualidade do texto e o exercício da crítica, posto que o blog é uma plataforma didática para o PETCOM.

MN – Como é trabalhar com esses alunos?

Prof. Dra. Ítala –  O atual grupo é motivador, possui suas peculiaridades, e uma autonomia e pró-atividade que realmente são requeridas quando se pensa nas diretrizes nacionais do Programa de Educação Tutorial.


petcom

Alguns alunos também responderam algumas perguntas para a entrevista:

MN – Como é trabalhar no projeto?

Aluna Leticia Misna – Perguntas para caso os alunos queiram/possam responder:  antes de entrar para o PET eu pensei bastante e fui fazer a prova de seleção mesmo com incerteza, sem saber o que esperar. Eu já conhecia um pouco do trabalho do programa, mas era bem pouco mesmo, até porque o site não estava mais sendo atualizado então ficava difícil. Mas aí me juntei a esses 10 colegas que compartilham comigo a experiência de participar de um projeto tão bom como o PET. Fazer parte disso é enriquecedor, principalmente pelo site, onde podemos falar com o público sobre o que agrada a eles e a nós também, o que torna o trabalho prazeroso, e não só mais um programa fatídico de extensão. Tem sido uma experiência nova e divertida. Minhas partes preferidas são as reuniões de pauta, as entrevistas e o projeto do livro de animação.

Aluna Iolanda Ventura – Trabalhar no PET é uma experiência muito gratificante por conta do leque de atividades que podemos desempenhar dentro do Programa. É possível aprender muitas coisas sobre a área que estamos estudando, ampliamos nossa visão de mundo, compreendemos melhor como é exercer na prática aquilo que é ensinado no curso e desenvolvemos nossas capacidades criativas e críticas, além do próprio senso de responsabilidade. Tiveram muitas passagens engraçadas com a equipe. Nós convivemos em um ambiente onde aprendemos a desenvolver atividades de modo responsável, mas em um ambiente de descontração que permite uma convivência com muitas passagens engraçadas, principalmente nas reuniões. Sobre os projetos em que temos trabalhado, há o segundo volume do livro de animação e um guia de referências sobre a animação no cinema. Ligado diretamente a ele estamos eu e mais duas petianas, Letícia e Karem, sob a orientação da professora Ítala. Nesse segundo volume serão trazidos temas que não foram abordados no primeiro livro, o qual está disponível no blog petcom. O processo de construção do segundo volume, que ainda está em desenvolvimento, envolveu análises de filmes feitas por professores de algumas universidades, pesquisas na literatura, um curso no programa que será utilizado para desenvolver a imagem do livro, ministrado pela Mestranda em Design Suelem Freitas e até o momento somente, além das reuniões para verificar o andamento das atividades relacionadas ao livro.

Aluno Glean Oliveira – É muito útil principalmente para perceber que existe um mercado de comunicação em Manaus. Já descobri muitas coisas novas lendo o que os outros alunos escrevem. É como descobrir outras visões de mundo sobre coisas que não conheço.


Acesse o blog PETCOM e confira o trabalho da equipe.

Sobre o Autor

"Ele é um deus, ele é um homem, ele é um fantasma, ele é um guru." Apaixonado por filmes, costumo ser o Batman nas horas vagas e San Junipero até às 00:00. Sou fascinado por Doctor Who, e queria ter uma caixa azul maior por dentro. Fora isso, já falei que amo filmes?

Comentários