Caravana Crítica de Cinema Amazônico em Manaus

Publicado em 20 de janeiro de 2016 | Por Juçara Menezes | Cinema, Eventos, Manaus, Notícias

Antes que você queira brigar com a gente, é melhor correr…


É que nos dias 21 e 22 (amanhã e depois) a Caravana Crítica de Cinema Amazônico vai estar em Manaus, a última cidade entre as capitais nortistas a receber a atividade itinerante. 

E vai ter programação gratuita sim. Anote aí: amanhã (21), a partir das 09h às 18h, os amantes da sétima arte conferem a Oficina Crítica do Audiovisual. No dia 22, vai ter a estreia do documentário No rastro do Eldorado. O lance desta produção, além de ter sido feito em 1925, inclui os intertítulos de época, considerados perdidos há mais de 50 anos! A sessão terá início às 14h, acompanhada de palestra e debate com o público.

Deixamos o melhor para o final: o projeto é aberto ao público em geral e não precisa de inscrições para participar de nada. Se tiver dúvidas, mande um e-mail para caravanacrítica@gmail.com.

A iniciativa conta com patrocínio do edital Amazônia Cultural e do Ministério da Cultura; e com o apoio da Prefeitura de Manaus, por meio da Manauscult, além do Núcleo de Antropologia Visual (Navi/Ufam) e Coletivo Difusão. 

Proposta pelo pesquisador de cinema amazonense Sávio Stoco, a Caravana saiu pelo país divulgando os resultados da sua dissertação de mestrado, realizado na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Atualmente, ele continua seus estudos sobre o mesmo cineasta e a tradição cultural amazônica no curso de doutorado, no Programa de Pós-graduação Meios e Processos Audiovisuais da Universidade de São Paulo (USP).


Caravana Crítica de Cinema Amazônico /  Etapa Manaus
Onde: Les Artistes Café (Avenida Sete de Setembro, 377, Centro)

Oficina Crítica do Audiovisual: 21/01 (quinta-feira), das 9h às 18h;
Projeção de “No Rastro do Eldorado” (1925): 
22/01 (sexta-feira), das 14h às 18h

Quanto: Gratuito
Contatos: caravanacritica@gmail.com / (11) 98105-0572

Sobre o Autor

da Casa Menezes, a primeira de seu nome, Protetora do Norte e dos Nerds Oprimidos. Jornalista, mãe, esposa. Desde criança tem uma paixão nada secreta pelo Cebolinha. É vice-presidente do Conselho Jedi Amazonas. Líder Suprema (presidente) do fã-clube Lado Rio Negro. Com um amor incondicional de Darth Vader, sempre carrega um par de meias sujas na mochila para libertar elfos domésticos.

Comentários