Livro sobre Aliens tem autor amazonense

Publicado em 31 de agosto de 2017 | Por Alberto Carvalho | Literatura

A maioria dos Nerds adora consumir conteúdo sobre vida extraterrestre. Seja em livros, filmes, séries ou games, a humanidade sempre quis especular se estamos sozinhos no universo ou não. E se não estamos, como esses seres interagiriam conosco?

Neste mês, 19 autores brasileiros explorarão esse universo com a antologia Aliens – Abduções e outros contos, da editora paulista Young. Entre os selecionados para compor o time de escritores do livro está o amazonense Jefter Haad, que faz sua estreia no segmento literário com a narrativa O fenômeno.

O autor revela que em janeiro, quando o edital foi publicado, muitos de seus conhecidos demonstraram interesse em submeter seus trabalhos, e isso fez com que Jefter se sentisse convicto de que não tinha chances. Mas depois de muita insistência dos amigos, ele finalmente escreveu seu conto e o enviou para a editora.

“Eu estava muito ansioso e depois de dois meses a editora da Young me mandou um e-mail dizendo que a antologia seria fechada com o meu conto. Foi uma sensação indescritível”, conta.

Sobre a obra

Os contos publicados tem um limite máximo de 10.000 palavras. Parece muito para um conto, não? Jefter discorda. Ele conta que após conceber a ideia do protagonista da trama, houve muita dificuldade para limitar toda a bagagem e informações do personagem dentro do enredo, chegando ao ponto de cogitar guardar a história para ser publicada em outro momento, num formato em que ele conseguisse descrever todo o universo que havia imaginado.

O Fenômeno conta a história de Mike, um garoto órfão que é abduzido e acaba voltando muito ferido e cego. O pior é que após este acontecimento, Mike passa a ser taxado de louco e sua história é totalmente desacreditada. Jefter conta que o conto tem um clima muito mais de suspense que de terror, mostrando o ponto de vista de uma pessoa taxada como louca e não o que é tomado como verdade por todos.

Inspiração não veio do céu

Jefter conta que sua maior influência sobre alienígenas não foi a literatura, mas o cinema. Contatos de 4° Grau e toda sua trama envolvendo aparições, abduções e relatos de pessoas afirmando interações com alienígenas foi uma das obras que mais o inspirou. Mas a maior de todas, segundo Jefter, é Fogo no Céu. Baseado no livro de Travis Walton, a história conta o relato de Travis, na época em que era lenhador, e que, diante de alguns amigos, é atingido por uma luz misteriosa e some por vários dias. Há uma forte suspeita dele ter sido morto e ninguém crê na versão que possa ter sido sequestrado por alienígenas. Ao reaparecer, dias depois, Travis não se lembra onde esteve, mas aos poucos as lembranças da sua experiência vêm à tona.

Pré-Venda

E se você quiser ler a história escrita por Jefter em Aliens – Abduções e outros contos, o livro está em pré-venda (clique aqui para garantir o seu) e chega as livrarias em versão física em setembro.


Sobre o Autor

estuda administração, produz vídeos para o Youtube (youtube.com/plotbr) e adora dormir. Ama cinema, quadrinhos, tecnologia e estranhamente também gosta de esportes.

Comentários