animais

Animais Fantásticos e Onde Habitam: mesmo se for ruim, vai ser bom

Publicado em 16 de novembro de 2016 | Por Ayrton de Oliveira | Cinema

E o grande dia está chegando. Se você tiver sorte, já vai assistir o filme Animais Fantásticos e Onde Habitam em uma sessão de pré-estreia. O filme é tudo o que os fãs do Universo Mágico criado por J.K. Rowling estavam esperando. Eu estou otimista aqui, mas não significa que eu esteja esperando um ótimo filme, eu estou esperando um filme bom. Mesmo que o filme seja ruim, ele vai ser bom. Parece confuso, mas nessa postagem eu te explico o por quê.

O primeiro trabalho de J.K. Rowling como roteirista nos garante que tudo (ou pelo menos boa parte) do que estamos vendo em tela saiu de sua cabeça. Isso é ótimo, a própria escritora de Harry Potter volta para fazer uma nova sequência. Eu tenho sérios problemas com The Cursed Child, achei que ficou bem parecido com uma fanfic de Harry Potter. Com a J.K. assumindo o roteiro de Animais Fantásticos e Onde Habitam podemos ficar mais calmos.

O problema surge quando passamos a pensar “e se ela não for uma boa roteirista?”, mas não me levem a mal. Ainda não vimos um filme escrito por J.K. e desejamos que seja bom. Esperamos que o roteiro não seja previsível ou genérico, queremos que o filme possa se sustentar e que seja, de fato, porta de entrada para todo um novo universo mágico.

E quais são os fatores que vão fazer o filme ser bom mesmo se for ruim? Primeiro de tudo, a nostalgia. Vamos nos lembrar dos tempos de criança e como foi mágico sair do cinema após assistir Harry Potter. Eu, criança, assisti A Câmera Secreta e depois de um tempo fiquei lembrando como foi mágico a cena do carro voador, até hoje é meu filme preferido da saga.

Ainda tem alguns outros fatores que vão colaborar para que o filme nos marque de forma positiva, e eu vou listar aqui.


A magia voltou

giphy

Em uma cena de Harry Potter e o Prisoneiro de Azkaban, enquanto um empregado de um restaurante limpa o ambiente, podemos notar uma cadeira que se levanta sozinha e se guarda por ela mesma. Você pode não lembrar disso, mas essa parte, pra mim, mostra tudo o que o universo mágico é capaz. Coisas simples desse jeito, que fazem o mundo real parecer bem mais chato vão estar em peso em Animais Fantásticos. E dessa vez, o personagem não mágico (trouxa) faz o papel da plateia que vai entrar em contato pela primeira vez com toda a magia desse filme.


Estamos no mesmo universo que já conhecemos 

giphy-1

O filme se passa em New York, estamos fora de Londres, estamos fora de Hogwarts, ainda assim, estamos no mesmo universo. As leis dos bruxos americanos podem ser um pouco diferentes, mas veremos feitiços que já conhecemos, magias que já conhecemos, atitudes que já conhecemos, em resumo, vamos saber que, apesar das novidades, estamos confortáveis por estarmos de volta ao universo que amamos.


Os animais fantásticos 

tumblr_ogiredxcro1uy3ut1o3_r1_500

Essa é até meio que óbvia, não? Depois de descobrirmos que essa nova saga vai contar com 5 filmes, acabamos criando muita expectativa e esperamos ver Dumbledore e Grindelwald. Nós sabemos que esses personagens vão ser importantes nos outros filmes, mas também acabamos esquecendo qual será um dos focos desse primeiro filme que são os animais que saem da mala de Newt.

Os animais não devem ser o foco durante todo o filme, com certeza alguma ameaça vai surgir, mas os animais vão ser uma parte importante, afinal é culpa do Newt e devemos gostar do protagonista, vamos criar um laço com ele e com os animais. E além de tudo isso, novos animais, que não estiveram no cinema antes, vão aparecer nesse filme, o que só nos dá ainda mais a certeza que vamos presenciar algo novo.


M.A.C.U.S.A

O vídeo meio que explica tudo, mas ainda assim venho falar aqui qual a importância. MACUSA é o Congresso de Magia dos Estados Unidos da América.

O Macusa seguiu os moldes do Conselho de Bruxos da Grã-Bretanha, que antecedeu o Ministério da Magia. Representantes das comunidades mágicas de toda a América do Norte foram eleitos para o Macusa para criar leis que, ao mesmo tempo, policiassem e protegessem a bruxandade norte-americana.

O objetivo imediato do Macusa era livrar o continente dos Purgantes, bruxos corruptos que caçavam outras pessoas mágicas para obter ganhos pessoais. O segundo grande desafio da justiça foi o número de bruxos criminosos que fugiu da Europa e de outras regiões do mundo para a América, justamente porque esta carecia de um sistema organizado para execução de leis, como havia em seus países. – Retirado do Pottermore.

Só nisso, já podemos ver todo o cuidado que J.K. está tendo em formar um novo cenário americano, para que possamos ver novos bruxos. Está nos mostrando como a comunidade bruxa se comporta ao redor do mundo, e isso é muito bom. 


O protagonista 

giphy-3

Newt Scamander pode não ser o protagonista dos próximos filmes, e eu sinceramente gostei muito disso. Desse jeito podem explorar muito mais coisas do universo expandido. Ao saber que ele pode não ser o protagonista das sequências, isso me fez perceber que é bastante importante aproveitar esse primeiro filme com a certeza de que ele vai estar em uma posição de destaque. 

Newt vem de Hogwarts, e só isso já deixa nossos corações um pouco mais alegres. Como protagonista desse filme, ele vai mostrar o quanto tudo mudou desde o último filme de Harry Potter, agora temos uma nova cara nas telonas e, sinceramente, só esperamos que ele possa ser tão mágico quanto o Harry foi. Vamos ver um rosto desconhecido no universo mágico que amamos, tendo a certeza que nada mudou, afinal a magia é magia onde quer que esteja.


Animais Fantásticos e Onde Habitam dificilmente pode errar no enredo, e se errar, toda a magia ainda vai salvar o filme e nos fazer querer assistir novamente. É o início do universo compartilhado, é o início de uma nova saga, e estamos bem animados para ver o que vai acontecer.

NOX

Sobre o Autor

"Ele é um deus, ele é um homem, ele é um fantasma, ele é um guru." Apaixonado por filmes, costumo ser o Batman nas horas vagas e San Junipero até às 00:00. Sou fascinado por Doctor Who, e queria ter uma caixa azul maior por dentro. Fora isso, já falei que amo filmes?

Comentários