Animações e filmes de ficção científica em mostra gratuita no Sesc

Publicado em 22 de junho de 2015 | Por Juçara Menezes | Cinema, Eventos, Manaus, Notícias

Animações, documentários e ficção científica. E de graça. É esta a programação do cinema Sesc Amazônia das Artes, que começa nesta terça-feira (23), a partir das 19h. Na programação também há debates sobre os temas que serão abordados nas obras. Legal, né?

Ao todo, serão exibidos 11 filmes no Teatro Oficina Cleonice Alves, localizado no Sesc Centro, Rua Henrique Martins, 427, às 19h, com a participação de produtores e cineastas locais. Só atentem à recomendação da idade.

O que chamou a atenção do MapinguaNerd foi a exibição de ‘Mapinguari a lenda’, que conta a história de uma das lendas mais conhecidas do folclore amazônico, encerrando a rodada do primeiro de exibições.

Para abrir a programação, serão exibidos cinco filmes. O primeiro é o curta-metragem ‘Depois da queda’, produzido em Cuiabá-MT. A ficção conta a história de um publicitário com uma grande chance. Uma garota de programa relutante. Um pai com a filha entre a vida e a morte. Um cara complicado. Depois da queda, as suas vidas tomam um rumo inesperado.

Já o segundo é a produção tocantinense ‘Da luz da vida à água que morre’, um documentário feito a partir da perspectiva do povo Xerente sobre o Rio Tocantins, Desde a maneira como concebem a origem da água até como percebem a UHE Lajeado, este filme traz a lógica Xerente de ver o mundo. É uma leitura imagético-visual, sonoro-sensorial e uma forma de garantir voz a esse povo vilipendiado pelo discurso da água como recurso.

Também serão apresentados os filmes ‘Juliana contra o jambeiro do diabo pelo coração de João Batista’, produzido no Pará. ‘E nós tínhamos água a vonta’, do Amapá. E por fim, ‘Mapinguari, a lenda’, que conta a história de uma das lendas mais conhecidas do folclore amazônico, encerrando a rodada do primeiro de exibições.

Após as exibições, serão promovidos debates com produtores e cineastas locais sobre os filmes exibidos e as produções locais e regionais. Para o evento, foram convidados os cineastas Fernando Crispim, Marcos Tubarão, Priscila Horta, entre outros.

Dá uma olhada na programação completa e agende-se.


Dia 23.06 (terça-feira)

DEPOIS DA QUEDA
Bruno Bini
Cuiabá – Mato Grosso
Ficção | 17min | Cor | 2012

Não recomendado para menores de 16 anos


DA LUZ DA VIDA À ÁGUA QUE MORRE
Monise Busquets
Palmas – Tocantins
Documentário | 17 min | Cor | 2012

Livre para todos os públicos


JULIANA CONTRA O JAMBEIRO DO DIABO PELO CORAÇÃO DE JOÃO BATISTA
Roger Elarrat
Belém – Pará
Ficção | 21min | Cor | 2012

Livre para todos os públicos


E NÓS TÍNHAMOS ÁGUA À VONTADE
Carla Antunes, Jamaile Gurjão,
Thaise Medeiros e Rodrigo Santos
Macapá – Amapá
Ficção | 6 min | Cor | 2012

Livre para todos os públicos


MAPINGUARI A LENDA
Enilson Amorim
Rio Branco – Acre
Animação | 14 min | Cor | 2013
Livre para todos os públicos

Roda de conversa:
Fernando Crispim, Marcos Tubarão e Priscila Horta


Dia 24.06 (quarta-feira)

NÃO EXISTEM HERÓIS
Luiz cláudio C. Duarte
Boa Vista – Roraima
Documentário | 60 min | Cor | 2014
14 anos | Não recomendado para menores de 14 anos

COM TRATO MUSICAL
Cerberos
Cuiabá – Mato Grosso
Documentário | 22min | Cor | 2014
Livre para todos os públicos

PAISAGEM OCRE
Odir Sohn e Pilar de Zayas Bernanos
Ariquemes – Rondônia
Documentário | 7 min | Cor | 2007
Livre para todos os públicos

Roda de Conversa:
César Nogueira, Danna Dantas e Magaiver Santos


Dia 25.06 (sexta-feira)

ROTA DA ILUSÃO
Dheik Praia
Manaus – Amazonas
Ficção | 17 min | Cor | 2012
Não recomendado para menores de 12 anos

KÁTIA
Karla Holanda
Teresina – Piauí
Documentário | 74 min | Cor | 2012
Livre para todos os públicos

Roda de Conversa:
Zeudi Souza, Jimmy Christian e Adrielly Cordeiro


Resumindo:
Mostra Sesc Amazônia das Artes – 11 filmes
Onde: Teatro Oficina Cleonice Alves, localizado no Sesc Centro, Rua Henrique Martins, 427
Quando: Terça (23) e Quarta (14), às 19h.
Quanto: Mapingua Free
Mais informações: (92) 3649-3750

Sobre o Autor

da Casa Menezes, a primeira de seu nome, Protetora do Norte e dos Nerds Oprimidos. Jornalista, mãe, esposa. Desde criança tem uma paixão nada secreta pelo Cebolinha. É vice-presidente do Conselho Jedi Amazonas. Líder Suprema (presidente) do fã-clube Lado Rio Negro. Com um amor incondicional de Darth Vader, sempre carrega um par de meias sujas na mochila para libertar elfos domésticos.

Comentários